Volatilidade do Bitcoin: entenda os impactos desta semana na criptomoeda mais utilizada

Publicado por daniela mainardi em

Bitcoin tem queda durante a semana, mas não é preciso se preocupar

Dentro do mercado financeiro, como um todo, é normal termos altas e baixas de valores. Por consequência, esta é uma característica do mercado de criptos: estão diariamente com mudanças de valores para mais ou para menos. Durante esta semana, o Bitcoin sofreu uma queda de valor e acabou virando notícia em diversos canais de comunicação. Tudo começou com um tweet polêmico do empresário Elon Musk no início desta semana. Apesar de ter sido o responsável por fazer o Bitcoin valorizar fortemente em fevereiro, depois do investimento feito pela sua empresa Tesla, agora Elon Musk também é o responsável pela queda de valor da cripto.

O furor aconteceu, pois o empresário não negou abertamente que sua empresa poderia ou não, vender em breve todas as suas participações em Bitcoin. Então, isso acabou gerando incerteza no mercado de criptos. Além disso, ele também declarou que a Tesla não aceitará mais pagamentos em Bitcoin. Estas declarações agitaram bastante o mercado, mas isso é bem comum quando envolve pessoas influentes no meio.

China indecisa

Outro fator que ajudou na queda de valor do Bitcoin foram declarações do governo chinês. Assim, ao contrário do que muitos empresários e investidores chineses esperavam, o governo disse que criptomoedas não serão usadas no mercado financeiro do país. Afinal, como já tínhamos comentado antes, o governo chinês parecia considerar as criptos como uma nova forma de investimento(conforme essa notícia), mas para a tristeza das financeiras chinesas, eles parecem ter voltado atrás. Do mesmo modo, alguns especialistas acreditam que este movimento do governo, tentando deslegitimar as criptos, está acontecendo por causa do Yuan Digital que será lançado em breve(moeda digital do banco central chinês).

Mercado reagindo

Alguns especialistas dizem que a queda do Bitcoin não é motivo de pânico. Assim, como todo o mercado financeiro é natural que alguns ativos sofram baixa enquanto outros seguem em alta dentro do mesmo segmento. Do mesmo modo, para impulsionar o mercado das criptos novamente, a empresa responsável pela criptomoeda Tether colocou R$7,5 bilhões no mercado. Assim, o impacto dessa ação pode ajudar a impulsionar também outras criptomoedas, inclusive o Bitcoin.


Você já nos acompanha nas redes sociais? Siga a Ubuntu Finanças no Facebook, Instagram e Linkedin e fique por dentro das novidades.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 17 =