Vamos falar de dinheiro?

Publicado por Ariel Engster em

Falar de dinheiro costuma ser um tabu. A pergunta do título deste texto pode tirar o conforto de muita gente. Parece até um tema proibido ou assunto menor, e não algo que influencia em tudo na nossa vida. É preciso perder o medo de falar sobre finanças para poder cuidar delas.

Se é tão importante, por que nos calamos sobre o dinheiro? Ele é muitas vezes um assunto intocável, como se estivéssemos dispostos a falar de qualquer coisa menos sobre ele. O tema causa diferentes reações, desperta vários sentimentos – o desafio é que eles sejam bons, e não ruins. Algumas pessoas sentem vergonha por ter mais dinheiro, quem sabe até culpa, por mais irônico que isso possa parecer. Certamente, para os que estão em dívida, a sensação é de vergonha. Ou, ainda, por ser tema tão sensível e, aparentemente, complicado, desperte medo.

Falar de dinheiro pode significar falar de sucesso ou fracasso. Por delicadeza, temas que costumamos deixar de lado. Vangloriar-se de uma vitória pode ser falta de educação, assim como falar das dificuldades de alguém. Tratamos o dinheiro como se fosse ruim gostar dele ou houvesse altivez em esnobá-lo. Ele é, porém, não só parte de nossa vida como ferramenta do nosso crescimento. É bom se sentir bem e não há mal nenhum nisso.

Como agir?

Com esse tabu, é normal que as pessoas deixem de procurar especialistas para lidar com seu dinheiro – e às vezes é justamente disso que elas precisam. O assunto é tão espinhoso que não é estranho que as pessoas mintam até para seus contadores ou administradores. E falar com o gerente do banco, então? Não se arriscar a discutir o tema pode acabar resultando em planos mais prejudiciais a você.

É preciso enfrentar o desconforto e tornar este um assunto corriqueiro. Ao tratar com alguém que cuida do seu dinheiro é necessário ser sincero. Ele não vai julgar seu comportamento, mas procurar soluções para o seu bem. Passar uma falsa imagem pode significar perder o controle do seu bolso. Também não se deve manter um padrão de vida que não condiz com sua condição financeira, pois isso pode levar a gastos que não são possíveis de sustentar.

Essencial é não ter medo de perguntar. Não é todo mundo que sabe como o mundo do dinheiro funciona. Por exemplo, você pode não entender de criptomoedas, mas uma ligação para a Ubuntu pode resolver isso, com nossos assessores prontos para explicar o que for preciso. Não se envergonhe de fazer as mais diversas questões para quem lida com seu dinheiro. Exija deles também a verdade, pois ficar no escuro com as suas contas é dar um grande passo rumo ao descontrole financeiro. Com isso, você vai ver que terá muito mais segurança e pode até se aventurar em projetos que não imaginava. Afinal, muita gente acaba deixando seu dinheiro totalmente parado contentando-se somente com o salário de cada mês que vem em silêncio para sua conta bancária só para não mexer nesse assunto.

E, claro, não deixe de se informar sobre o tema. Dinheiro é notícia em todos os jornais e há vários portais especializados por aí. Acompanhe sempre, também, nosso blog para mais textos sobre economia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 4 =