Tudo o que precisa saber antes de começar a investir

Publicado por daniela mainardi em

Mas afinal, por onde começar?

Sabemos que o mercado financeiro pode parecer confuso em um primeiro momento, mas investir não é um bicho de sete cabeças. Então, justamente para ajudar os iniciantes no assunto, criamos este guia de informações básicas para auxiliar nos primeiros passos. Selecionamos tudo o que você deve saber antes de começar a investir, a fim de esclarecer muitas dúvidas que surgem em um primeiro contato com o mercado de investimentos.

  • Poupar não é investir
  • Investir é difícil?
  • Se organizar financeiramente
  • É importante definir os seus objetivos
  • Defina metas para alcançar os seus objetivos
  • Determine um prazo
  • Estude para saber as melhores opções
  • Faça simulações de rentabilidade dos ganhos
  • Tipos de investimentos
  • Não invista tudo no mesmo lugar
  • Não existe hora certa para começar
  • Tenha cuidado com as taxas
  • Não esqueça do seu investimento
  • Investimento é para todos

Poupar não é investir

A informação básica que você precisa entender: poupar é diferente de investir. Você pode guardar dinheiro todo mês, mas não é a mesma coisa que investi-lo. É importante entender que dinheiro parado não traz benefícios, muito pelo contrário. Primeiramente, dinheiro parado não valoriza, pois a economia vai mudando, a inflação aumentando e seu poder de compra diminui. Então, se você não encontrar um meio de fazer o seu dinheiro evoluir, ele vai perdendo valor. Em segundo lugar, se não você investe, você perde de ganhar dinheiro. Afinal, se o dinheiro fica parado, ele não é otimizado e você fica sem nenhum retorno financeiro. Também não é recomendado que você guarde este dinheiro em casa. Em casa, guarde apenas uma quantidade para emergências, pois dinheiro em espécie gera riscos. Dinheiro guardado em casa pode sofrer danos físicos, despertar o interesse de pessoas com más intenções e pode ser perdido acidentes domésticos.

Investir é difícil?

Tempos atrás até podia ser um pouco mais difícil, pois não tínhamos tanta informação disponível como temos atualmente. Sobretudo, hoje em dia, qualquer um consegue aprender sobre tipos de investimento e como funciona o mercado financeiro. Além disso, o modo de investir também mudou e hoje as instituições estão sempre pensando em meios de tornar cada vez mais prático o ato de investir.

Se organizar financeiramente

Antes de começar a investir, é preciso estar com as suas finanças bem organizadas. Assim, é preciso saber direitinho quanto você gasta por mês e para onde está indo o dinheiro, ter o controle completo do seu orçamento. Então, depois de ter estes valores organizados, você vai separar um valor para investir. Este valor deve ser aplicado todo o mês. O segredo é pensar no investimento como uma conta fixa, desta forma você nunca vai esquecê-lo. Se você tem dificuldade para organizar o seu orçamento, pode usar um aplicativo para ajudar nesta missão. Aqui neste post, indicamos 3 aplicativos que podem te auxiliar de forma prática nesta tarefa.

É importante definir os seus objetivos

Para decidir aonde e quanto você vai investir por mês, fica mais fácil se você definir um ou mais objetivos financeiros. Assim, coloque no papel o que você deseja alcançar. Tenha clareza do que você quer ou aonde quer chegar. Sobretudo, tenha objetivos bem definidos, assim fica mais fácil para se organizar. O objetivo financeiro varia de acordo com a realidade de cada pessoa e o que ela pretende alcançar com os investimentos. Para exemplificar, selecionamos alguns exemplos de objetivos financeiros:

Reserva de emergência

A reserva de emergência, como o próprio nome diz, tem o objetivo de ser uma reserva para imprevistos. Assim, ter uma reserva de emergência pode ser fundamental em casos como reparos inesperados em casa, problemas de saúde, acidentes de trânsito ou até perda de emprego. Então, para saber o valor ideal da sua reserva de emergência, existe um calculo bem fácil que você pode fazer. Se você tem estabilidade financeira (uma renda fixa), sua reserva deve ter o equivalente a 6 meses de despesas mensais. Já se a sua renda for instável, sua reserva deve ter o equivalente a 9 meses de despesas mensais.

Independência financeira

A independência financeira é quando você não depende mais de um emprego para manter o seu padrão de vida. Assim, você consegue viver apenas dos rendimentos dos seus investimentos. Não quer dizer que você tenha que parar de trabalhar, mas vai ter esta opção. Você não precisa ser rico para conseguir esta independência, mas é essencial que exista um planejamento. É um objetivo que você alcança a longo prazo, se investir o seu dinheiro.

Aposentadoria

A aposentadoria é algo que muita gente se esquece que também precisa ser planejada. Assim, o quanto antes você começar a pensar nisso melhor. Portanto, lembre-se que quando chegar a hora de precisar da aposentadoria, você não estará com a energia e disposição que tem hoje. Sem falar que fica difícil contar apenas com o valor da aposentadoria do governo, pois com a idade avançada os nossos gastos aumentam.

Casa própria/veículo próprio

É o sonho de muitas pessoas e também precisa de muito planejamento. Neste caso, é primordial que você faça uma pesquisa de preços para saber qual o valor mínimo de entrada que precisa ser alcançado. Sobretudo, não esqueça de pesquisar também as melhores condições de financiamento para ter certeza se cabe no seu orçamento.

Defina metas para alcançar o seu objetivo

É importante que você defina metas para chegar no seu objetivo financeiro, seja ele qual for. Assim, dependendo do seu orçamento, você pode começar aplicando um valor mais baixo, mas o ideal é ir aumentando sempre que possível. Então, faça uma relação dos seus gastos, veja o que realmente é prioridade e decida o que pode ser cortado. Desta forma, vá estabelecendo metas para aumentar o valor que será investido mensalmente.

Determine um prazo

Estipule o valor necessário e um prazo para alcançar o seu objetivo, mas tenha em mente que isso não vai acontecer da noite para o dia. Sobretudo, você deve ser paciente e seguir o seu planejamento. Do mesmo modo, você precisa analisar e entender se o seu objetivo pode ser alcançado em curto, médio ou longo prazo. Só a partir desta informação você vai poder estipular quanto tempo vai precisar.

Estude para saber as melhores opções

Educação financeira é fundamental se você deseja começar a investir. Para conseguir valorizar o seu dinheiro da melhor forma, é importante que você procure e estude diferentes tipos de investimento. Assim, mantenha-se atualizado sobre meios de otimizar o seu dinheiro e aumentar seu patrimônio de forma eficiente. É necessário criar este hábito de se informar sobre as novidades do mercado financeiro. Assim, quanto mais você entender do assunto, mais fácil fica para avaliar suas possibilidades. No Blog da UbuntuFin, existem diversos textos explicando vários temas do mundo financeiro de forma bem simples. Você pode conferir o conteúdo clicando aqui.

Faça simulações de rentabilidade dos ganhos

Depois que você começar a sua pesquisa para decidir aonde investir, não esqueça de fazer simulações de rendimentos. Afinal, é o jeito mais fácil de decidir aonde colocar o seu dinheiro com base nas rentabilidades disponíveis no mercado. No nosso site, existe um simulador onde você pode calcular a otimização do seu dinheiro de forma bem simples e prática. Clique aqui para acessar.

Riscos

É preciso entender que todo investimento tem riscos e eles variam entre baixos, moderados e altos. Do mesmo modo, tenha em mente que o mercado financeiro oscila, portanto é vital se informar sobre quais são os riscos de cada tipo de investimento que você escolhe. Por isso que é importante você entender qual tipo de investimento combina mais com o seu objetivo financeiro.

Tipos de investimento

No mercado financeiro existem diversas formas de investimento, mas eles se dividem em dois grupos: renda fixa e renda variável.

Renda Fixa

Os investimentos em renda fixa são aplicações em que existe um rendimento definido. Ou seja, você faz o investimento já sabendo qual vai ser o rendimento final. Assim, todos os critérios do investimento já são definidos na contratação do serviço como o tempo do investimento, valor e retorno sobre o investimento.

Renda Variável

Os investimentos em renda variável são aplicações que não existe um rendimento pré-definido. Ou seja, são investimentos que variam conforme o mercado financeiro. Por isso, acabam sendo considerados investimento com maiores riscos e, ao mesmo tempo, com mais chances de rentabilidade. Dessa forma, a rentabilidade varia conforme o mercado se movimenta: se estiver em alta você ganha dinheiro, se estiver em baixa você perde.

Não invista tudo no mesmo lugar

Na questão investimento, é preciso diversificar. É como aquele velho ditado que fala “Não coloque todos os ovos no mesmo cesto”. Se você perde o cesto ou o ele se quebra, você fica sem ovos. Entretanto, se os seus ovos estiverem distribuídos em vários cestos, você reduz os riscos de ficar sem nenhum. Ou seja, é muito importante que você diversifique os seus investimentos, dividindo ele em mais de uma categoria e ampliando a sua carteira. Afinal, alguns investimentos têm maior rentabilidade e outros menos. Por isso, é importante fazer este equilíbrio para não ficar dependente só de um investimento. Assim, o principal benefício em diversificar é diminuir os riscos para garantir uma rentabilidade adequada a médio e longo prazo.

Não existe hora certa para começar

Não existe idade certa para começar a investir, mas podemos concordar em algo: quanto antes melhor. Assim, quanto mais cedo você começa a investir o seu dinheiro, mais cedo também conseguirá colher os frutos dessa ação. Sem falar que quanto mais cedo você começar, mais dinheiro vai conseguir juntar e otimizar. Do mesmo modo, se você não começou desde cedo, não tem problema. Afinal, nunca é tarde para começar a investir. O importante é começar em algum momento, pois nunca sabemos quando vamos ter, por exemplo, uma emergência financeira. Então, investir pode ser também pensando em segurança, em ter uma reserva de dinheiro extra, um plano B caso as coisas não acontecem como esperado.

Tenha cuidado com as taxas

Diversos tipos de investimento possuem taxas, portanto tome cuidado antes de fazer a adesão. Por isso que é importante pesquisar bem os tipos de investimento e aonde você vai colocar o seu dinheiro. Aqui na UbuntuFin, por exemplo, não cobramos nenhuma taxa para otimizar o seu dinheiro. Assim, você consegue evoluir o seu capital sem custo nenhum.

Não esqueça do seu investimento

Quem não está tão habituado a investir, muitas vezes, não tem o hábito de checar o valor investido. Entretanto, é preciso criar este costume para ter um bom controle dos valores aplicados. Você não precisa checar os seus investimentos todos os dias, mas o ideal é que você os confira uma vez por mês. Com investimentos é preciso ter paciência e cuidado.

Investimento é para todos

Faz tempo que investir deixou de ser um bicho de sete cabeças. Além disso, o investimento se tornou o principal aliado para valorizar o nosso dinheiro e conseguir ganhos acima da inflação. Procure fontes de informação qualificadas para você poder ter todo o suporte que precisa na hora de começar a investir. Afinal, é importante se manter atualizado para não cair em golpes e esquemas maliciosos. No nosso blog você encontra ainda mais artigos sobre investimentos, criptomoedas e o mercado financeiro. Acesse e confira.


Você já nos acompanha nas redes sociais? Siga a Ubuntu Finanças no Facebook, Instagram e Linkedin e fique por dentro das novidades.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =