Reserva de emergência é segurança para a vida

Publicado por Ariel Engster em

Ter dinheiro guardado para um momento de necessidade é sempre uma boa ideia. Isso tem um nome: reserva de emergência. É um recurso pronto para ser usado quando a vida nos surpreende. Como na crise gerada pelo coronavírus, que fez muita gente ser pega desprevenida, levando famílias e empresas a não saber como chegar ao fim do mês. Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou um dado preocupante: somente 10% dos consumidores estão preparados para lidar com imprevistos. Para não ficar desprevenido, nós vamos mostrar como criar uma reserva mesmo começando com pouco dinheiro.

O primeiro passo é ter disciplina e controle nas finanças. É preciso que entre mais dinheiro do que saia, ter uma sobra, pois é dessa gordura que nasce a reserva de emergência. Para isso, é bom manter tabelas de gestão do dinheiro, acompanhar suas movimentações e não se perder em gastos desnecessários. Assim, se consegue um investimento mensal confortável e adequado à sua realidade. Reserva de emergência é também educação financeira, fazer seu dinheiro trabalhar de forma saudável para você.

Em seguida, deve-se definir qual o valor da sua reserva de emergência. Esse dinheiro vai ser o sustento enquanto você se recoloca no mercado, paga suas dívidas ou consolida sua nova empresa. Por isso, tem que ser suficiente para se manter de 6 meses a um ano (ou mais, se o seu risco de perder a fonte de renda é muito grande). Para chegar nesse valor, é necessário calcular seus gastos mensais, tanto os fixos – como aluguel, luz, água, internet – quanto uma média dos variáveis, como alimentação e cartão de crédito e multiplica-lo pelo número de meses pretendido. A partir disso se estabelece uma meta e o valor que deve ser investido todo mês – um valor que seja confortável, que não vá fazer falta no orçamento. Quando a meta for atingida, você já tem sua segurança e está pronto para migrar para novas aplicações. Ou seja, a reserva de emergência é o primeiro investimento que você precisa fazer.

É claro que montar uma reserva de emergência não é tarefa fácil. Nossa realidade é de que a maioria das famílias vive com dinheiro contado para o final do mês. A mesma pesquisa do CNDL e SPC mostra que 64% dos brasileiros vivem no limite do orçamento e 27% temem que o dinheiro não seja suficiente para o mês.

Como é um dinheiro para urgências, ele precisa ter acesso fácil. Precisa de liquidez. Na Ubuntu, a partir do primeiro mês é possível recuperar o investimento em 3 dias úteis. E não é preciso muito dinheiro para começar a guardar. Com apenas R$50 já é possível iniciar uma reserva na Ubuntu. Mas importante: esses recursos só devem ser acessados quando forem muito necessários, como no caso de um acidente ou uma demissão inesperada. E se tem algo que 2020 já ensinou é que os imprevistos podem chegar a qualquer hora. Por isso, é bom ter um dinheiro disponível rápido e adequado para suas necessidades.

Para conhecer melhor a reserva de emergência e como começar e manter uma, fale com a Ubuntu. Nossa equipe está disponível para apresentar opções de investimento pensando sempre na sua segurança financeira. Conheça nossos produtos e cuide da saúde do seu bolso.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =