4 motivos para seguir firme com as criptos apesar da recente queda

Publicado por daniela mainardi em

Queda recente das criptomoedas

Quem acompanha o mercado de criptos, viu que várias delas sofreram uma queda nos últimos tempos. Entretanto, esse é um movimento comum do mercado, existem épocas de alta e épocas de baixa. Além disso, essa movimentação também ajuda a conseguir lucrar no futuro, pois o preço dos ativos diminui e é possível vendê-los quando o preço subir novamente.

1º motivo: Inflação

O aumento dos preços é uma realidade em todo o mundo. No Brasil, a inflação está na casa dos dois dígitos, nos Estados Unidos e na Europa há muito tempo ela não era tão alta. Assim, um dos principais motivos da inflação acontecer é a emissão excessiva de moeda pelo governo. No caso das criptomoedas, por terem rígidas políticas de emissão e serem imunes aos interesses políticos, sofrem bem menos com a perda de valor com a inflação. Do mesmo modo, o Bitcoin ao reduzir a sua emissão ao longo dos anos, acabou valorizando.

2º motivo: Sistema financeiro tradicional e o dólar

Durante muito tempo, o dólar norte-americano foi o principal ativo de referência do sistema financeiro tradicional. Só que depois da pandemia e da Guerra da Ucrânia, sua posição ficou em jogo. Isso porque com a inflação do dólar, o mesmo perdeu uma referência como reserva de valor. Além disso, a dependência ao dólar se mostrou ineficiente. A Rússia, por exemplo, ficou com grande parte de suas reservas em dólar congeladas nos bancos norte-americanos. Além disso, os ucranianos recorreram ao Bitcoin depois que as casas de câmbio e bancos ficaram bloqueados após a invasão Russa.

3º motivo: Investidores institucionais

Segundo uma pesquisa da Fidelity (gestora de fundos internacionais), 70% dos investidores institucionais têm planos de investir em criptomoedas. Assim, isso significa que em breve o mercado de criptos pode ter um aquecimento extremamente promissor, elevando os preços dos ativos.

4º Motivo: Uso de criptos no cotidiano

As criptos não servem apenas como reserva de valor, mas também são um meio de troca inovador e a tendência é que, cada vez mais, estejam presentes no cotidiano. Além disso, várias empresas grandes já adotaram as criptos como forma de pagamento, como o Carrefour, McDonald’s e Google.

Futuro das criptomoedas

Tudo indica que o uso das criptomoedas como reserva de valor irá aumentar nos próximos anos, à medida que as pessoas entenderem todos os benefícios envolvidos. Aqui na UbuntuFin, você consegue valorizar o seu dinheiro de forma eficiente e sem taxas através das criptos. Fale conosco e descubra qual dos nossos planos combina mais com o seu objetivo financeiro.


Você já nos acompanha nas redes sociais? Siga a Ubuntu Finanças no Facebook, Instagram e Linkedin e fique por dentro das novidades.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 18 =